quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Pensamentos e reflexões III

S. Quimas - Salute - Desenho a lápis

Matemática do mexerico: O interesse que alguns seres humanos têm em relação à vida alheia é diretamente proporcional à insignificância das suas próprias vidas.

A maior luta que a humanidade travará nos próximos tempos não será realizada em campos de batalha em solo inimigo, mas no interior de cada ser, e será contra dois adversários milenares: o egoísmo e a ignorância.

Não há maior demonstração do instinto de sobrevivência do que a luta pelo bem comum e o respeito pela Natureza que a todos provém.


Não há poesia mais doce do que o som da voz de quem se é apaixonado. 

O amor conhece todas as coisas e palavras. Somente uma desconhece: o impossível. 

O amor é flor iluminada, que afasta da visão toda a tristeza. Amar é ventura e toda eterna beleza.

Há muitas coisas importantes na vida, mas nehuma delas é tão importante para nós do que aquilo que, ou quem, a gente ama. 

A solidariedade é a irmã do amor e a indiferença, a filha do egoísmo.Jamais podem viver juntas no mesmo coração. 

Entre tudo que possamos realizar, amar é o ato que mais nos exige coragem. Só os fortes realmente amam.

A riqueza do homem se mede por aquilo que ele partilha. O mais rico é aquele que mais doa.

As pessoas guerreiam e matam umas as outras. Deveriam se amar incondicionalmente. Contudo, amar é um ato de extrema coragem, e raras são as pessoas que dela dispõem.


Luz e paz.

S. Quimas 



Veja também:


2 comentários:

Flório Luiz Mellonari Mellonari disse...

Prezado Quimas, gosto dos seus textos, são sensatos, e falam de amor. Amor um sentimento muito mal compreendido, polêmico, porém bem definido em suas palavras.

S. Quimas disse...

Obrigado por suas palavras carinhosas, Flório.
Luz e paz. Um abraço.